Deu no New York Times

Caso Sarney ameaça ‘paralisar’ governo Lula, diz NY Times
Jornal diz que presidente confia no PMDB para dar maior controle à Petrobras do pré-sal.

Uma reportagem do jornal americano New York Times desta sexta-feira afirma que o escândalo provocado pelas denúncias contra o presidente do Senado, José Sarney, ameaça paralisar o governo de Luiz Inácio Lula da Silva.

“O líder do Senado do Brasil está sob forte pressão para renunciar em meio a um escândalo de nepotismo e corrupção que ameaça paralisar o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante o último ano do seu mandato”, afirma a reportagem.

O texto intitulado “Escândalo pressiona um líder brasileiro a renunciar” é assinado de Brasília pelo jornalista Alexei Barrionuevo.

‘Controle sem precedentes’

“As acusações contra Sarney envolveram o Senado em mais uma batalha intensa sobre o destino da sua liderança”, lembrando as denúncias que levaram à renúncia de Renan Calheiros da presidência da Casa, há dois anos.

“O mais recente ‘débâcle’ vem em um momento difícil para Lula, que aguentou escândalos no seu próprio Partido dos Trabalhadores que obrigaram grandes autoridades a renunciarem.”

O jornal diz que apesar de sua alta popularidade, Lula continua em sua aliança com o PMDB de Sarney para manter a “maioria magra” no Senado. O diário afirma ainda que o governo está preparando um proposta que daria à Petrobras “controle sem precedentes do desenvolvimento de grandes poços de petróleo em águas profundas [na camada pré-sal] que poderiam transformar o Brasil em uma superpotência, segundo uma pessoa que conhece a proposta de lei”.

Além disso, o jornal afirma que Lula precisa de apoio dentro do Congresso para a candidatura da chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, à Presidência em 2010.

Segundo o New York Times, os escândalos envolvendo Sarney também complicariam as investigações do Senado sobre possíveis erros cometidos pela Petrobras – “um inquérito que poderia durar até 180 dias”.

(Original aqui.)

Deixe um comentário:

%d blogueiros gostam disto: