Lula e os Direitos Humanos (II)

A respeito da postagem abaixo, acredito que tecer comentários extensos sobre o assunto é desnecessário. Afinal de contas, não há nada mais a ser dito além do óbvio, já dito pela oposição: comparar os presos “comuns” do Brasil com os presos políticos de Cuba é descabido, é algo completamente “sem noção”.

Na última segunda-feira, a Rede Record exibiu um programa no qual foi mostrada a situação de presos no Espírito Santo. Escancarou-se aquilo que todos sabem: superlotação, ausência de condições mínimas de higiene, presidiários colocados em viaturas pela ausência de vagas nas celas, presidiários colocados em celas feitas de metal largadas ao sol… Parece-me que Lula não assistiu a tal programa — e deveria, para que percebesse a situação completamente desumana na qual “nossos” presos vivem.

Talvez o presidente Lula devesse olhar para as condições dos “nossos” presos antes de falar alguma coisa a respeito dos presos “dos outros”. E deveria também fazer um curso básico de Direitos Humanos, de forma a compreender que um preso político se encontra em situação muito distinta de um preso “comum”.

Deixe um comentário:

%d blogueiros gostam disto: