Questões nucleares (com comentário)

EUA anunciam que Ucrânia vai se livrar de seu urânio enriquecido até 2012
Material é suficiente para fazer várias bombas nucleares, diz Casa Branca.
Anúncio foi feito durante cúpula sobre segurança nuclear em Washington.

A Ucrânia vai se desfazer integralmente, até 2012, de seu urânio altamente enriquecido, que poderia ser suficiente para elaborar várias bombas nucleares, anunciou nesta segunda-feira (12) a Casa Branca, pouco após um encontro entre os presidentes americano e ucraniano em Washington.

As instalações nucleares civis ucranianas vão ser modificadas para operar com urânio de baixo enriquecimento, prevê o acordo.

“Hoje a Ucrânia anunciou uma decisão marco de se livrar de todo seu estoque de urânio altamente enriquecido até a próxima cúpula, em 2012”, disse o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs.

Gibbs afirmou que este acordo era buscado pelos EUA havia uma década.

O anúncio foi feito durante a cúpula de segurança nuclear, que reúne 46 chefes de estado na capital americana.

Os Estados Unidos darão apoio financeiro e assistência técnica à Ucrânia e deverão armazenar parte do urânio altamente enriquecido em solo norte-americano.

A decisão da Ucrânia, que voluntariamente abriu mão das armas nucleares herdadas com o colapso da União Soviética, deve tornar mais difícil que terroristas se apossem de material que possa ser usado em bombas atômicas.

Diplomatas afirmaram que o comunicado final da cúpula poderá instar os países a converterem reatores nucleares abastecidos por combustíveis altamente enriquecidos por reatores que usem combustível baixamente enriquecido, mais difíceis de serem adaptados para produzirem armas nucleares.

O objetivo de Washington com a cúpula é de chegar a um acordo comum sobre a ameaça constituída pelo terrorismo nuclear e concordar em um plano de redução de material nuclear nos próximos quatro anos.

(Original aqui.)

Comentário: A pergunta básica sobre o assunto é a seguinte: a Ucrânia abriu mão do urânio porque Obama pediu ou porque Yanukovich quis?

Acredito piamente ser a primeira opção. É claro que se Yanukovich não quisesse, nada aconteceria — definição básica de uma relação de poder. Mas também é inegável o carisma e o apelo que Obama (ainda) tem em termos de relações internacionais.

Ok, Obama não conseguiu fazer muita coisa que foi proposta, isso é claro. Ganhou um Prêmio Nobel da Paz de forma antecipada. Mas ainda continua com força suficiente para ser um símbolo das mudanças necessárias no planeta.

Deixe um comentário:

%d blogueiros gostam disto: