Sobre Obama

Cadê a turma que apostou em Obama transformar-se rapidamente num morto-vivo, num pato manco da política internacional e num joguete da política internacional?

Irã contra a parede, reforma da saúde aprovada no Congresso, acordo de redução de mísseis com a Rússia fechado, permeabilidade chinesa para discutir a valorização da moeda, adesão dos emergentes à proposta americana de combate ao aquecimento global, economia em recuperação.

Tem gente que adora fazer prognóstico quando deveria fazer diagnóstico. Depois fingem que não é com eles.

(Publicado no Correio Braziliense de 16 de abril de 2010, pág. 4)

Deixe um comentário:

%d blogueiros gostam disto: