Serra confirma no Twitter que quer disputar Prefeitura de SP

O ex-governador José Serra afirmou nesta segunda-feira que quer ser o candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo. Em seu perfil no Twitter, ele disse que vai comunicar à direção do partido sua decisão. Foi a primeira vez que o tucano rompeu o silêncio e falou sobre sua decisão, o que até então vinha explicitando apenas por meio de interlocutores. O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), já havia dito no sábado que Serra tinha desistido de concorrer novamente à presidência da República, em 2014.

“Hoje comunicarei por escrito à direção do PSDB de São Paulo minha disposição de disputar a prefeitura de SP”, escreveu Serra numa mensagem.

Em seguida, ele disse desejar participar das prévias, marcadas para o próximo domingo, nas quais pode concorrer com o secretário de Energia de São Paulo, José Aníbal e o deputado federal Ricardo Trípoli. Os dois declararam no domingo, em conversa com o governador Geraldo Alckmin, que vão manter suas pré-candidaturas e não aceitam adiar a data das prévias. O secretário estadual de Cultura, Andrea Matarazzo, anunciou a sua desistência da disputa. O quarto postulante, o secretário estadual do Meio Ambiente, Bruno Covas, deve fazer anúncio semelhante.

“Sempre fui favorável às prévias para a escolha do candidato a prefeito do PSDB. E delas pretendo agora participar”, escreveu o ex-governador.

Os dois pré-candidatos que resistem a desistir das prévias foram recebidos juntos por Alckmin, no Palácio dos Bandeirantes, no domingo pela manhã. O governador formalizou a Aníbal e Trípoli a intenção de Serra de concorrer, mesmo com o prazo de inscrição para as prévias já encerrado.

— Foi uma conversa tranquila. O governador quis saber se tínhamos alguma oposição à entrada de Serra, apesar de o prazo de inscrição das prévias ter se encerrado. Tanto eu como o Aníbal dissemos que não abrimos mão da disputa das prévias e também queremos que elas sejam realizadas na data marcada. Toda militância está na rua e já temos compromissos agendados. Adiar as prévias não tem sentido — afirmou o deputado federal Ricardo Trípoli.

— Seria um anticlímax adiar. Péssimo. Já pedimos para as pessoas se programarem, não viajarem no final de semana — disse o secretário estadual de Energia, José Aníbal.

(Original aqui.)

Deixe um comentário:

%d blogueiros gostam disto: