[ATUALIZADO] Como entender o conflito Rússia-Ucrânia?

Como se sabe, a Rússia e a Ucrânia têm estado em constantes divergências desde o final de 2013, quando começaram a ocorrer as primeiras manifestações populares na Ucrânia a respeito de um acordo comercial então a ser assinado entre a Ucrânia e a União Europeia. A não assinatura de tal acordo foi o estopim para o que se viu na Ucrânia até o início deste ano de 2014.

De lá para cá, a Crimeia foi reunificada à Rússia e houve a eleição de novo presidente ucraniano em maio de 2014. A situação continuou tensa entre os dois países, voltando os ânimos a subirem com a recente queda do avião de passageiros da Malaysian Airlines enquanto sobrevoava o leste ucraniano, na região conhecida como “Donbass”.

Como compreender este conflito? Para tentar responder a esta pergunta, fiz um vídeo no qual faço alguns apontamentos a respeito da relação histórica entre os dois países, bem como trago algumas questões de cunho econômico e militar. Ao final, apresento aquele que é meu ponto de vista: não há como compreender tal situação partindo-se do ponto de vista de que a Rússia representa o lado “malvado” enquanto o Ocidente representa o lado “bonzinho” da história, sendo que este lado “bonzinho” quer apenas proteger a Ucrânia do “Grande Urso” (esta, por sinal, tem sido, de maneira geral, a visão reproduzida pela mídia brasileira a respeito do conflito).

Assista ao vídeo e deixe logo abaixo seus comentários. O que você acha desta situação? Deixe sua opinião sobre o tema.

Não se esqueça de se inscreve no meu Canal no Youtube, para que você possa receber as notificações dos próximos vídeos que eu fizer. E siga-me também no Facebook. Obrigado!

[ATUALIZAÇÃO]

Conforme a professora Yuliya, o que confirma o que foi dito no vídeo.

Palavras russas: “ру́сскиe” [rússkiye] / “россия́не” [rassiyáne]. Significados respectivamente: russos (segundo nacionalidade, independentemente do local onde vivem) / russos (cidadãos da Rússia, independentemente da nacionalidade). Curiosidade: “ру́сскиe” [rússkiye] quer dizer as pessoas de nacionalidade russa, ou seja, as pessoas cujas pai ou mãe (ou ambos) são russos (“ру́сский” [rússkiy] (homem), “ру́сская” [rússkaya] (mulher)). Os russos são compõem a nacionalidade majoritária na Rússia, porém, muitas outras nacionalidades também vivem na Rússia. Por sua vez os russos (pela nacionalidade) moram em muitos países do mundo e são considerados russos devido ao fato de herança genética e cultural. Não é qualquer pessoa que mora na Rússia e possui a cidadania russa é um “ру́сский”. O povo da Rússia, ou mais precisamente aqueles que são cidadãos da Rússia são chamados россия́не [rassiyáne] (“россия́нин” [rassiyánin] (homem, cidadão da Rússia) “россия́нка” [rassiyánka] (mulher, cidadã da Rússia)), porém não necessariamente eles são de nacionalidade russa “ру́сскиe”.

Deixe um comentário:

%d blogueiros gostam disto: