Sobre o ensino jurídico português (III)

Sobre o ensino jurídico português (III)

Considerações sobre o ensino jurídico português (III) Considerações finais: por uma mudança no ensino jurídico   Nas páginas anteriores apresentaram-se duas visões distintas acerca do Direito como mecanismo de manutenção da ordem em uma sociedade. Na primeira parte mostrou-se a perspectiva filosófica de Francisco de Vitoria, a qual está claramente vinculada à defesa intransigente daquilo que … Ler mais

Sobre o ensino jurídico português (II)

Sobre o ensino jurídico português (II)

Considerações sobre o ensino jurídico português (II) 2 Breves apontamentos sobre o ensino jurídico em Portugal   A vida em sociedade pressupõe estabilidade para que possa se desenvolver. A afirmação pode ser comprovada quando se verifica a necessidade vista pelo ser humano, desde tempos imemoriais, de garantir a segurança – de si mesmo e dos seus … Ler mais

Sobre o ensino jurídico português (I)

Sobre o ensino jurídico português (I)

Considerações sobre o ensino jurídico português (I) Introdução   O Direito corresponde a uma disciplina cuja ideia[1] central vincula-se nos dias atuais, necessariamente, à lei. Significa dizer, por outras palavras, que na atualidade os juristas não concebem a concretização do Direito na realidade fática dos cidadãos se não houver algum tipo de legislação estabelecida pelo … Ler mais