Como atuar como um DPO

Um aspecto bastante relevante do Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD) diz respeito ao DPO. A sigla significa Data Protection Officer e é traduzida para português como Encarregado da Proteção de Dados. Para aqueles que querem mudar de carreira, fica a dúvida: como atuar como um DPO?

Para tentar responder à pergunta realizei uma apresentação em abril. A apresentação fez parte de um curso para alunos de mestrado do Instituto Brasiliense de Direito Público (IDP). O tema do curso foi a proteção de dados e foi realizado na Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa (FDUNL). Por estar atuando na área, conversei com os alunos sobre os principais desafios e as principais oportunidades da profissão.

Dentre os desafios destaquei os seguintes:

  • A “novidade” da função;
  • A existência de muita legislação;
  • As dificuldades referentes às práticas internas das empresas;
  • A necessidade de conhecimento da organização;
  • A necessidade de conhecimento (básico) de tecnologia em geral;
  • O desafio de ter muito “jogo de cintura”;
  • A obrigatoriedade de registrar absolutamente tudo que é feito.

Como oportunidades considero as seguintes:

  • É um território “desconhecido”, sendo vantajoso para quem se “aventurar” primeiro;
  • É um cargo bem remunerado;
  • Há a possibilidade de trabalhar em várias empresas ao mesmo tempo, se não houver pré-requisito de exclusividade;
  • Chances grandes de desenvolvimento internacional da carreira.

A aula foi filmada e está disponível no meu Canal no YouTube. Basta clicar neste link para assistir.

Aproveito a oportunidade para convidá-los(as) a assistirem ao meu “Curso básico de Blockchain e Criptomoedas”, que está disponível neste link.

Quer saber mais sobre como atuar como um DPO?

Caso queiram conversar sobre o tema é só entrar em contato!

Um abraço e até a próxima,

Prof. Matheus Passos

Deixe um comentário:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.