Sistema político brasileiro é um convite à corrupção, diz cientista político português

O cientista político português João Pereira Coutinho

É um atraso a Câmara dos Deputados ser representada por cerca de 30 partidos, o que não acontece em democracias avançadas, onde predomina o bipartidarismo.

Novo momento político – o pós-eleições

Novo momento político

Por Marcio Petrocelli Paixão É engraçado ver agora gente magoadinha com o que dissemos sobre política nos últimos meses. Eu não estou nem um pouco ofendido com nenhuma das barbaridades ditas aqui sobre mim. Para quem está habituado a tomar posições e falar sem medo, sabe muito bem que expõe vários dos seus flancos e …

Continue a leitura

Só 35 deputados se elegeram com a própria votação

Os demais 478 eleitos no domingo contaram com os votos somados do partido ou coligação para atingir a votação necessária para a eleição de um parlamentar. Só Russomanno elegeu mais quatro deputados. Veja quem se elegeu sozinho.

A inflação legislativa a partir da Constituição Federal de 1988

A inflação legislativa a partir da Constituição Federal de 1988

Pare um minuto e responda às seguintes perguntas: 1) Para solucionar algum problema social, o poder Legislativo deve criar alguma lei? 2) Nestes últimos 25 anos, desde a promulgação da Constituição brasileira de 1988, quantas leis o poder Legislativo criou?

Para Ronaldo Fonseca, partidos é que trazem ameaças à democracia

Deputado diz que a falta de liderança e o mau funcionamento do atual sistema se devem à ditadura dos caciques políticos.

Você sabe para onde vai seu voto? (3)

Neste vídeo trago dois exemplos práticos a respeito do sistema majoritário e do sistema proporcional, explicando como são feitas as contas eleitorais.

Você sabe para onde vai seu voto? (2)

Neste vídeo explico como funciona o sistema proporcional brasileiro, que é aquele que mais faz com que o voto do cidadão “suma”. Assista e descubra que nem sempre seu voto vai para aquele que você quer ver eleito!

Cachoeira, obediente, emudeceu

Ontem ocorreu o tão esperado depoimento de Carlinhos Cachoeira à “CPI do Cachoeira”. Claro que falar em “depoimento” é apenas jeito de dizer, já que ele ficou calado o tempo todo por se utilizar de seu direito constitucional de não produzir provas contra si mesmo. Este posicionamento irritou os parlamentares da CPI, que esperavam – …

Continue a leitura

A frágil lealdade da base

É verdade, mas não toda a verdade, que uma parcela ponderável da chamada base aliada na Câmara dos Deputados dissentiu do Planalto na tramitação do projeto do Código Florestal por descontentamento com a demora da presidente Dilma Rousseff em contemplá-la, a expensas do PT, com os ambicionados cargos do segundo escalão federal ainda a preencher. …

Continue a leitura